Pantanal Mato-Grossense

O território que compreende o Pantanal Mato-Grossense é considerado a maior planície de inundação do planeta, sendo parte desta formação o sudoeste do Mato Grosso, o oeste do Mato Grosso do Sul, parte do Paraguai e Bolívia, mostrando que a região deva ser preservada por 3 Países de forma conjunta.

É uma região que tem alta frequência de chuvas e vários períodos de alagamentos ocasionados pelo transbordamento de inúmeros córregos e lagos, cujas águas fertilizam o solo com uma camada de lama humífera, constituída por restos de animais e vegetais misturados à areia. A flora, com predominância típica de plantas de brejo, tem em sua constituição espécies como: Buriti, carandá, etc. Nesse ecossistema também é possível observar a caracterização de uma vegetação de cerrado, campos e florestas. Considerado um dos mais extraordinários patrimônios naturais do Brasil, possui uma biodiversidade na sua fauna sendo superada pela existente na Amazônia, porém apresentando maior número de indivíduos por espécies.

O blog Aventuras e Expedições, traz para você características de alguns animais que compõem este eco-sistema.

Jacaré do pantanal

Jacaré-do-pantanal

Jacaré-do-pantanal

Mede entre dois a três metros de comprimento, sua aparência é algo sensacional, com faixas transversais amarelas, principalmente na região da cauda. Mesmo com a boca fechada, é possível ver muitos dentes, pelo que é por vezes também chamado por “Jacaré piranha”. As suas refeições diárias são feitas a base de um cardápio que contém: peixe, moluscos e crustáceos.

Víbora do pantanal

Víbora do pantanal

Foto de uma Víbora do pantanal

Um dos maiores lagartos que temos na fauna brasileira, este habita nas planícies pantanosa, sendo que este é um réptil semi-aquático.

Anta do pantanal

Anta do Pantanal

Anta do Pantanal

A Anta é um mamífero brasileiro que se destaca pelo seu grande tamanho e peso, sendo considerado o maior mamífero em terras brasileiras. Mesmo sendo uma espécie grande, a Anta sofreu muito com caças predatórias e hoje é um animal que entrou no rol dos animais sob preservação.

Esta entrada foi publicada em Todos os Posts. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *